ACESSO
RESTRITO
  • Banner

Você está aqui:

Em defesa da previdência pública, sustentável e justa para os brasileiros

O texto da Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 287/2016, que estabelece a Reforma da Previdência, apresentado por Temer, já sofreu várias alterações a partir de concessões a algumas categorias que pressionaram o governo federal. A proposta atual traz regras mais rígidas para o funcionalismo, mantem o tempo de contribuição mínimo, mas, segundo a PEC, todos os trabalhadores terão de acumular 40 anos de contribuições previdenciárias para receber o valor completo do benefício e impõe a idade mínima de aposentadoria em 65 anos para homens e 62 anos para as mulheres.

“Tenho a firme convicção de que esta Reforma anunciada pelo Temer é uma deforma, uma ameaça aos trabalhadores. Este governo elegeu os servidores públicos como inimigos. Precisamos de um serviço público fortalecido, com o seu valor, para prestar à população o apoio que ela merece. Não há medida para cobrar àqueles que hoje sonegam milhões à Previdência, não há medida para combater realmente os privilégios. Apenas medidas para colocar milhões de brasileiros fora da Previdência. Precisamos de Previdência pública, que seja sustentável e justa para o Brasil”, justifica o deputado Givaldo, que votará contrário à proposta.

Em todo o país, sindicatos e movimentos sociais da cidade e do campo têm feito manifestações contrárias à Reforma da Previdência, mais uma das maldades que o Governo Temer prepara para o povo brasileiro.

Tags:

Camara
Governo
PCdoB
PCdoB na Câmara
GABINETE
BRASÍLIA / DF
Anexo IV, Gabinete 805 - CEP 70160-900
Fones: (61) 3215-5805/3805
Fax: (61) 3215-2805
dep.givaldovieira@camara.leg.br
GABINETE
SERRA / ES
Av. Eldes Scherrer Souza, 2230
Salas 809/810 - Colina de Laranjeiras
CEP 29167-080
agenda.deputadogivaldo@gmail.com